22

julho

Franquia ou negócio próprio: conheça os dados que respondem essa questão

empresária trabalhando franquia ou negocio proprio

Para quem busca mudar de vida, muito empreendedores ficam na dúvida entre investir em uma franquia ou em um negócio próprio. Apesar de parecer uma decisão difícil, é preciso levar em consideração as suas vontades e sonhos para identificar o que mais será útil para você.

Mas uma coisa podemos garantir: quem opta por fazer parte de uma rede de franquias tende a ter mais sucesso que os que decidem abrir a própria empresa. Isso acontece devido a diversos que fatores que vamos apresentar ao longo deste texto.

Primeiramente, é necessário fazer um acompanhamento sobre os dados que as pesquisas apresentam. Ou seja, um comparativo entre a taxa de mortalidade dos dois modelos e as vantagens que as modalidades podem oferecer ao longo da execução.

Por isso, acompanhe com a gente os dados que mostram qual investimento vale mais a pena, quais os fatores tornam o franchising tão interessante e como abrir a sua primeira unidade. Acompanhe a leitura. 

O que vale mais a pena franquia ou negócio próprio?

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising(ABF) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas 25% dos empreendimentos iniciados do zero conseguem completar 10 anos de trajetória.

Já as franquias, o número é quase três vezes maior. Ou seja, 85% das unidades franqueadas conseguem completar uma década de história.

Isso acontece devido ao formato que esse modelo de negócio funciona. As franquias funcionam como um direito de explorar comercialmente uma marca.

Dessa forma, o empreendedor tem acesso a todo o know how e expertise da empresa, o que acaba fazendo-o pular diversas etapas iniciais vivenciadas por uma empresa própria.

Além disso, o franchising registra ao longo de anos bons resultados, números que acabam tornando o setor mais atrativo para quem sonha empreender.

No último levantamento feito pela ABF sobre o faturado no primeiro trimestre de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019, foi registrado um faturamento em alta em todo o setor.

Esse crescimento só foi possível devido a abertura de novas lojas, enquanto o fechamento de unidades manteve a variação de apenas 0,2%.

Por fim, mesmo diante do cenário de pandemia, a maioria das franquias manteve ou aumentou seus esforços para expansão.

Muito desse pensamento aconteceu devido a mudança de mentalidade de muitas companhias, que passaram a enxergar outras oportunidades de desenvolvimento como atendimento on-line, e-commerce, treinamentos sobre o Covid-19, novos produtos, desenvolvimento de tecnologias etc. 

Franquia ou negócio prório: quais as vantagens de apostar em uma franquia?

Quem tiver que escolher entre uma franquia ou negócio próprio, saiba que as vantagens e desvantagens vão além das apresentadas acima.

Porém, antes de apontarmos outros pontos positivos, vamos detalhar melhor o motivo da escolha por uma franquia ser realmente uma vantagem para quem sonha em ter um negócio próprio.

Porém, antes de continuar a leitura, assista ao vídeo que separamos abaixo para explicar como funciona uma franquia.

Crescer junto com a marca

Ao utilizar uma marca testada e reconhecida no mercado, as chances de você cometer erros são reduzidas. Afinal, é papel da franqueadora oferecer todo o suporte e treinamento necessário para que seu negócio decole.

Vale frisar que o objetivo de toda marca que faz parte do sistema de franchising é tornar seus franqueados referências no mercado. Dessa maneira, a rede potencializa a força no mercado e conquista novas áreas de atuação.

Além disso, com o sucesso do empreendimento, o franqueado pode abrir outra unidade e aumentar a lucratividade.

Enquanto isso, se você decide abrir uma empresa do zero, é necessário que esteja preparado para enfrentar todos os desafios e situações para colocar o seu plano em ação.

Lembrando que esse é um dos motivos pelo qual um negócio do zero não chega nem a completar dois anos de operação. 

Risco quase nulo de ir a falência

Sabemos que entre franquia ou negócio próprio, as franquias são mais seguras devido à estrutura do modelo. Porém, existem outros pontos positivos que também precisam ser explicados para chegarmos a esse cenário de empreendimento perfeito.

Dentre os suportes e auxílios, mencionados no texto, quase todas as franqueadoras ajudam seus futuros franqueados a escolherem o melhor ponto comercial.

Assim, o empresário tem mais uma garantia de que está no caminho certo. Por mais que não pareça tão complexo, esse detalhe é fundamental para o desenvolvimento do seu empreendimento.

Dessa forma, para que sua unidade seja realmente rentável, é necessário escolher um local que seja visível e compatível com o seu público alvo. Além disso, que conte com uma estrutura boa e um aluguel que não ultrapasse 11% do seu faturamento bruto. Uma dica é dar preferência para essas marcas.

Outro ponto que merece destaque está na publicidade. Como sabemos, a propaganda é a alma do negócio, afinal é essa ação que fará o seu empreendimento ser reconhecido e ganhar clientes.

Porém, muitos empresários deixam essa parte em segundo plano quando iniciam sua empresa. Um erro gravíssimo.

Já com as franquias, essa parte da criação de campanhas e marketing fica a cargo das marcas. Ou seja, as redes desenvolvem as publicidades para todos os franqueados.

Com isso, o empreendedor não precisa se preocupar com essa área e pode se dedicar em outros aspectos também importantes para a unidade.  

Maior segurança em negociação

empresária analisando dados franquia ou negocio proprio
As franqueadoras transferem conhecimentos, treinamentos e suportes ao franqueado, o que proporciona maior segurança.

Outro ponto que vale a pena ficar atento com relação a vantagem de abrir uma franquia, é o poder de negociação que o franqueado recebe. Como você contará com uma marca reconhecida e com maturidade de mercado, será fácil conseguir acordos mais favoráveis com seus fornecedores.

Situação que não acontece com uma empresa comum, que no começo precisa se posicionar de uma maneira que consiga convencer os fornecedores a fazerem um preço mais em conta. 

Além disso, há situações referentes a quantidade de material, por exemplo. Muitas dessas empresas oferecem condições especiais se o empresário comprar uma quantidade grande do estoque.

Porém, como você está começando e ainda não possui uma saída tão forte, o mais seguro é adquirir pequenos lotes, o que dificulta as negociações.  

Como abrir uma franquia?

Se dentro da sua situação e objetivo, as franquias se encaixaram melhor, é hora de observar alguns pontos para conseguir escolher a melhor marca para o seu perfil.

O primeiro passo é optar por um setor que você tenha alguma familiaridade, afinal não é aconselhável iniciar um empreendimento onde o foco é uma área que você não gosta e esteja atuando apenas pelo dinheiro que poderá faturar.

Após achar o cenário que mais deseja crescer, é a vez de escolher as marcas que mais chamarem a sua atenção. Ou seja, qual possui o modelo de negócio atrativo, com boa rentabilidade, investimento inicial condizente com o seu capital etc.

Uma dica importante para você é: nunca opte por marcas que negociam os valores. Por mais que isso pareça estranho, esse tipo de empresa não se mostra muito confiável.

Vale lembrar que as franquias funcionam como uma rede, no qual todos os franqueados têm o mesmo direito e obrigações.

Parece justo para você pessoas pagarem quantias diferentes dentro do mesmo modelo de negócio?

Ou seja, quem possui unidades físicas do mesmo formato pagar uma taxa de franquia mais barata que outro franqueado, por exemplo? Mas fique calmo, existem outras maneiras de negociar bons contratos.

Com todos esses cuidados, é hora de se preparar para analisar bem a Circular de Oferta de Franquia(COF). Esse documento é responsável por apresentar todas as informações importantes relativas ao negócio como as taxas, valores, regras, histórico da marca, contato de outros franqueados, pendências judiciais etc.

De acordo com a Lei de Franquias a Circular só pode ser assinada após 10 dias do seu recebimento. Assim, não tenha pressa e estude com calma cada detalhe. Após esse passo, basta assinar o contrato e pronto, pode se considerar um franqueado. 

Veja os principais fatores de sucesso de uma franquia

Para que sua franquia seja um sucesso, é necessário que você desenvolva um plano estratégico.

Ou seja, o que você pretende atingir nos próximos meses ou anos, como um plano de curto, médio e longo prazo. Com base nisso, você consegue se orientar melhor durante a gestão da sua unidade.

Vale a pena ficar atento também a comunicação com a franqueadora. Mantenha os sempre por perto e seja objetivo para evitar mal entendidos. Esse é um dos principais fatores que levam um negócio ao sucesso.

Outro ponto que você deve ficar atendo está nas regras impostas pela franqueadora. Afinal, cabe a você seguir o modelo de negócio, algo que a rede construiu durante anos e que foi responsável pelo crescimento no mercado. Por isso, as franquias são chamadas de modelos semi-independentes.

Dessa forma, por mais que você tenha o controle sobre a gestão e administração da sua unidade, é obrigatório que siga os padrões arquitetônicos e normas de operação e gerenciamento informadas no contrato.

Porém, é graças a todos esses cuidados que as franquias se tornam mais seguras para quem deseja abrir um negócio próprio.

Por fim, existe o fator financeiro que ajuda a contribuir para esse cenário positivo. O sistema de franchising tem como característica apresentar todos os gastos necessários para tirar um projeto do papel, algo que dificilmente é possível prever com uma empresa comum.

Com essa noção de dinheiro, fica até mais fácil conseguir um financiamento em bancos ou sócios dispostos a ajudar no empreendimento.

Vale lembrar que algumas contas não possuem uma forma de prever como os gastos com água e luz, aluguel, e outras despesas extras.

Gostou do nosso conteúdo e deseja aprender mais sobre o universo das franquias? Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro das novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *